Marcas falicas

A história é sobre um jovem gay e não que não se aceitava dessa forma.



 Na escola era chamado de bicha a viado, essas crianças corriam até mãe do garoto para contar "gay não pode, porque ele gay o que a mãe iria falar..."

 Cresceu chorando no seu armário,  escondido.. Nada podia fazer, apenas se esconder, ele sabia que era diferente, o corpo dele agia diferente, mas nem ele aceitava, nem ele entendia.. Apenas convivia ou melhor, na época, aturava...
Mas depois de anos, após seus pulsos com marcas fálicas, descobre que não é o único. Na verdade os únicos que lhe encontrava. Ele achou o amor, mas confuso estava. Era seu amor correspondido? Era. Era igual a ele? Sim. Um homem de caráter. E aí estava, um amor verdadeiro, sim amor de almas gêmeas ali estava!!

 Adultos já eram, responsáveis por eles já eram, já entendiam a vida e já aceitavam.. Agora não só, mas com a pessoa amada.

Autor: Um amigo amado



Esse post está programado para o dia 23/02 as 05:30 por que eu (Denise) estarei resolvendo algumas coisas e não terei tempo pra atualizar no meu dia que no caso é nas segundas-feiras. 

Um Domingo


Domingo preguiçoso,
Domingo relaxante,
Domingo calmo,
Domingo exausto,
Domingo para dormir,
Domingo para estudar,
Domingo para fazer amigos,
Domingo também para brigar,
Domingo para a família,
Domingo para namorar,
Cada um tem o domingo que precisa ou que desejar.



Debilidade

Perdoei verdades aos meus olhos ditas, 

Antes que perdesse em meu peito as batidas, 
Adormeci minha mente inquieta,
Mas novamente ela se desperta. 

Não entendo os erros repetidos,
E essas palavras que me sangram os ouvidos,
Sois como corda para a bailarina, 
Que dança buscando sobre mim a ruína.

Transbordo-me de perguntas, 
Das mais tolas, as mais imundas, 
As respostas são peças infundadas, 
Difíceis de serem formadas. 

Cabe a meu débil modo de ser, o perdão,
Apagar teu rastro, mesmo vendo o borrão, 
Que suja tua face e me desmotiva,
Eu sei, verás isso como outra má iniciativa...




Cravos

Aqueles cravos que lhe ferem.
Aqueles cravos que lhe maltratam.
Aqueles!
Por que você permite que os outros te machuquem tanto? Porque permites que eles façam e refaçam da sua vida o que eles bem entenderem?
Oh linda rosa, tu que és sempre tão bela, que ilumina os jardins por onde passa, não permita que os cravos que passam pela tua vida façam isso com você. É o que eu sempre te peço, por favor.

Passado,Presente, Futuro


Bom... fui desafiada pelos outros colaboradores deste blog, a escrever um texto para a Débora do passado,presente e do futuro...Então vamos lá.
Primeiramente gostaria de dizer para aquela garotinha que foi muito bom te-la conhecido,apesar de todas as dificuldades daquela época,tendo inúmeras vezes pensamentos de "Gente Grande", deixando de aproveitar certos prazeres da vida,guardando muito rancor, e isso querendo ou não isso a prejudicou bastante, porém a fez crescer,amadurecer.Para a Débora de hoje deixo a seguinte mensagem,"Se tornasse uma mulher que muito cabeça, se preocupando com fatos que talvez nem cheguem a acontecer,cometendo o mesmo erro da Débora garotinha, apesar de todos os bens e males dessas etapas, preenchesse a maioria das expectativas que a garotinha tinha de como se tornaria,obtestes algumas conquista importantes para o seu futuro, e para finalizara ultima mensagem que deixo, é para você Débora do futuro...sejas a mulher que sempre sonhou em ser,esqueça a opinião dos outros sobre você,realize seus sonhos,metas,objetivos, a estrada sera dura,mas nada nessa vida é fácil,corra atras, não cometa o mesmo erro que as outras, espero que daqui a cinco,dez,vinte anos eu possa voltar a escrever e dizer que você fez acontecer.Sejas Feliz, e isso é o que importa, viva o hoje, e deixe de se preocupar tanto com o amanhã.


TAG: MEUS LIVROS, NINGUÉM SAI ❤

1.  "Ei, coisinha, vá devagar"
Sabe aquele livro que você devorou rapidamente? Qual foi ele?

A maioria dos livros que eu pego pra ler, dura uma semana, na verdade demorava, porque agora eu trabalho e não tenho muito tempo, mas um que eu devorei rapidinho e por sinal amei a história foi "as aventuras de tantan"

2. "Eu vou me segurar aqui"
Qual livro te prendeu? 

Um livro que me prendeu do começo ao fim foi com toda certeza  um dos livros da Carina Rissi "perdida" a história é simplesmente perfeita, vocês precisam ler (quem não leu, óbvio)

3. "Se eu cair eu quebro a minha cla-vícula"
Qual obra te desestabilizou emocionalmente?

"os treze porquês'' eu fiquei muito abalada com a história, a cada novo capítulo eu tinha vontade de chorar.

4. "MEU ÓCULOS, ninguém sai!"
Qual livro você não empresta ou tem muito ciúmes?

Booooom! Eu não tenho tanto ciúmes dos meus livros, eu empresto numa boa, se a pessoa me devolver né?  

5. "Juliana, você viu meu óculos?"
Qual livro você emprestou e nunca mais viu na vida?

Esse livro eu emprestei há algum tempo e até hoje não tenho notícias dele foi "Quem mexeu no meu queijo" espero que a pessoa esteja lendo isso w se toque pra me devolver 

6. "Juliana está DES-MAI-ADA!!!"
Qual livro te deixou com ressaca literária, sem poder ler outros livros?

Esse livro me deixou com muuuuuuuuuuuita ressaca, me arrependo até hoje de ter comprado "comporte-se como uma dama, pense como homem" ele até me ajudou em algumas coisas, mas é um livro muito, digamos assim, machista.

7. "Shamuchamochamu chama o SAMU!"
Que livro te deixou louco pela continuação?

Wooooow, esse livro eu tô ansiosa pra ler é "Derrepente, Ana" quando eu terminei de ler o primeiro livro a cada capítulo eu perdia o fôlego com a forma que a escritora narra a história e espero comprar a continuação logo ou posso até baixar em PDF rs'

8."Eu errei, viu?"
Escreva aqui um pouco sobre aquele livro que você achou se seria uma coisa e é outra!
Foi o livro "comporte-se  como uma dama, pense como homem" que eu já deixei um resumo ali em cima 


Me pego acordada de madrugada, fico vagando pela casa e decido deitar pra ver se pego no sono e resolvo ler suas mensagens antigas, me vem um certa nostalgia ao lembrar das nossas trocas de palavras, 
Palavras carinhosas, safadas, tristes, melancólicas, conselheiras. 

Você me dizia coisas tão belas, suas palavras eram tão cheias de declarações, mesmo quando não queria, você me conquistava e eu acreditava em cada coisa que falava. Era uma pena que tudo não passava apenas de palavras. 
As palavras eram bonitas quando você usava, pena que suas atitudes provavam o contrário. 
Como que eu posso esquecer daquele dia? Se tudo que você me disse não passava de enrolação só pra me usar como prêmio de consolação para os seus amigos, e esfregar na cara deles que você conseguiu me levar pra cama. 
Depois de você, não consigo mais enxergar os outros da mesma forma. Obrigada por tudo

Meninos não choram

Papai do céu, me deixa viver com meus amores, retira de mim essas dores, me torna um querubim...
Papai do céu, eu sinto as tristezas nos olhos, eu tento ser forte mas choro e por ser menino sei que não devo...
Papai do céu, cuida com carinho do coração da mamãe, que tenta me guardar, até meus últimos segundos em seus olhinhos... 
Papai do céu, todos os dias os homens de branco me machucam com as suas agulhas, me cuidam mas sem forças eu peço... Me cura!
Papai do céu, me cura rápidinho, porque já estou cansado, ou me faz anjinho e me leva pra morar no céu... Amém! 


Problemas


Me encontro sozinho, sobre minha cama, há tanta coisa atormentar minha mente, enquanto ouço musicas que me rasgam a alma, e aqui embaixo de meu edredom, me protejo do frio que me cerca e agora faz parte de mim. 
Imóvel, as sinto de meus olhos gotejarem e umedecerem o travesseiro, deslizando sem que eu as possa controlar.
Já a fome me implora algo para saciá-la, mas por causa de minha fraqueza emocional, me nego a levantar.
São tantas incertezas e planos, que não dependem de mim, nem de você, mas de terceiros, que estou exausto, e prefiro me redimir lentamente ao sono, vindo a desmaiar de cansaço, apois, a última lágrima derramar...