A saudade mora ao lado


Ao lado do abraço
Ao lado do cuidado
Ao lado do amigo
Ao lado do abrigo
Ao lado de você
Às vezes quem ver pergunta...
Quanto tempo!
Onde ela mora?
Mora ao lado de uma vila
Ao lado de uma ilha
Das três maravilhas
Do prezar
Do está
Do poder
Ela mora bem ali
Ali de onde vejo tudo
Tudo isso de uma simples janela
Da janela do meu bem querer
Que saudades dela!
A saudade se esconde ali
E eu só a observo
Sentindo ela em várias lembranças
De uma dança quando criança
De uma mera esperança 
De um dia ser feliz na minha vizinhança.

- Aline Cruz.

É terça-feira, amor!

Em uma plena terça feira, após  a saída do trabalho percorro minha trajetória até a parada como de costume.
Aguardo meu ônibus chegar...
Por incrível que me pareça consigo pegar um lugar onde posso me sentar. Para quem passa o dia inteiro fora de casa e ao retornar no fim da tarde para o lar doce lar, sabe muito bem que tanto dentro dos ônibus ou o trânsito é algo bastante complicado de lidar. Mas algo me chamou bastante atenção, pois apesar de pessoas estarem cansadas, algumas até mesmo estressadas no decorrer do dia-dia, algo me fez refletir, como sempre.
O que realmente me chamou atenção foi um homem que entrou no ônibus e suas mãos estavam repletas de coisas e resolvi ajuda ló. Segurei suas pastas, mas ele não me deu a sacola que estava em suas mãos. Sacola que apresentava está sobrecarregada, por fora da sacola notei que se encontrava uma linda rosa! Por sinal. Toda vermelha e dobrada em papel transparente. Ele olhou pra mim e disse que eu não precisava segurar a sacola para não esmagar a flor. Achei tão bacana o cuidado dele com para com ela. Por mais que a sacola tivesse um peso ele não queria de forma alguma acabar com a flor. Que bem provável era pra alguém bastante especial que é digna de ganhar lá.

E fica por mais um dia registrado que existem pessoas simples, sentimentais que apesar de sofrer com um ônibus lotado em um fim de tarde não se esquece de fazer alguém feliz ou faz alguém criar esse registro.

Até um super-herói precisa de ajuda

Quem me segue no facebook sabe que eu sou completamente viciada em séries, vivo compartilhando posts delas e recentemente me viciei em uma específica - The Flash - a série já vai no terceiro ano de exibição, bom desde pequena que eu acompanho os desenhos da DC e Marvel (amo as duas) e os filmes que lançam também, não sou adepta as HQ's por motivo de grana mesmo, mas isso não me faz ser menos fã. 

Enfim, vamos ao que interessa aqui pra quem assiste Flash assim como eu sabe que Barry sempre que vai confrontar os vilões apanha mais apanha mesmo em alguns casos mais que outros, poréeeeeeem quando ele, do outro lado do transmissor ouve a voz de algum dos seus amigos falando palavras encorajadoras ele consegue derrotar o vilão. 



Eu vejo muita gente reclamando desses discursos, também reclamo as vezes, tem hora que é chato e se a gente for notar em todas as séries (pelo menos as que eu assisto) tem esses "discursos motivacionais" em alguma hora o personagem vai estar lá cabisbaixo, sem motivo pra querer continuar, desistindo de algo. A maioria é assim sempre trazendo uma mensagem não só para o personagem, mas também pra nós que assistimos.

Em flash, eu posso interpretar pelo menos de alguma forma que o Barry Allen representa nós mesmos, ele tem uma autoestima baixa, precisa de aprovação dos outros, por mais que ele tenha os poderes ele não se sente totalmente seguro em suas ações, em alguns momentos de batalha ele acha que vai perder e então ouve palavras de consolo, ajuda, discursos motivacionais. Quando estamos assim, costumamos ler livros de auto ajuda ou conversar com os outros e pedir conselhos. não é? E quando a gente se sente motivadx e se sente tão bem que acha que tem o poder de andar sobre as águas, digo por mim mesma. Você pode até reclamar, mas quando ele se ergue não tem ninguém que segure o Flash, nem mesmo as flechas do Arqueiro. 


Brincadeiras a parte, The Flash é uma das melhores séries de super-heróis que existe, o elenco é incrivel e essa terceira temporada promete hein? E como sempre Barry vai fazer mais alguma merda no meio da temporada, por que se não fazer não é ele hahahah... 

Isso é tudo por hoje, beijos e até breve.

Tempo ao tempo

A ventania apresenta-se e leva o tempo,
Tempo esse que leva as horas
Tempo esse que leva lembranças
Tempo esse que leva saudade
Tempo chega e leva a vida,
Leva pra onde?
Leva a um momento
Volta à nostalgia
E tento permannecer atento
Não me perder ao vento
Faça chuva ou sol ainda haverá vento
Terá tempo
De ver o mundo colorir
De olhar o campo florir
De presumir
Que pensando em tudo isso serei alvo
E serei salvo
De mais um pensamento.

10 Coisas pra realizar nos próximos 30 dias

Hey pessoas, bom eu faço parte de um grupo no facebook chamado Daydream, um grupo de interação e divulgação (mais interação que divulgação e é isso que eu amo nele), e esse mês foi sugerido como tema da blogagem coletiva 10 coisas pra fazer nos próximos 30 dias, eu claro, amei né? E resolvi fazer minha listinha e compartilhar com vocês.

1 ♡ Tirar um dia pra passear de bicicleta pela cidade: Todo santo dia eu vejo a bike na área e não tenho coragem pra tirar ela de lá e dar uma volta, mas eu tenho que fazer isso me, que seja por um dia.


2 ♡ Ficar um dia inteiro off-line: isso consiste em não usar o celular ou computador também.

3 ♡ Focar mais nos estudos: O Enem está batendo as portas e eu deveria está estudando mais? poderia, mas não estou e esse ano eu não posso falhar, tenho que focar mais e mais, por isso que eu ando meio sumida daqui, é claro que não posso pensar só no Enem,
tem outras coisas também então tenho que dar meu sangue pra passar.
4 ♡ Terminar minhas leituras do mês: Faz uns três meses que eu tô com um livro pra ler e ainda não terminei, pra vocês verem que antigamente eu passava uma semana com um livro e hoje em dia passo mais de um mês :'( 

5 ♡ Me organizar melhor: Acho que vou ter que começar a fazer planilha pra poder seguir a risca por que olha, se tem uma coisa que eu ultimamente não estou sabendo lidar é com organização, meus horários estão bagunçados, preciso voltar a rotina antiga, nem tomar café ao acordar eu tomo mais, já vou direto pro almoço (MDS).

6 ♡ Responder todos os comentários do blog: Estou em divida por aqui por conta de muitas coisas e responder os comentários é uma delas.

7 ♡ Montar o blogroll: sinto que estou devendo isso a tempos, todo dia eu entro no blogger e digo que vou ajeitar e nunca ajeito, agora é meta (entendeu, Denise? cumpra).

8 ♡ Escrever 10 posts sobre qualquer assunto: Sabe aquela pessoa que no começo do blog era super empolgada em escrever? Pois é ela está precisando ser resgatada urgentemente, não sei por onde ela anda, o que está fazendo da vida, a única coisa que eu sei é que ela precisa voltar se não eu soco a cara dela ~brincadeirinha essa parte~

9 ♡ Assistir 10 filmes nacionais: Sim, também é uma das metas que eu coloquei no 101 coisas em 1001 dias, mas eu preciso aprender a desgostar dos filmes clichês de hollywood e aprender a gostar mais das coisas do meu País, coisa que ando fazendo ultimamente (ouvi um amém?).

10 ♡ Me dedicar mais ao Instagram do blog: O pobi, tem dia que eu apareço por lá e tem dia que eu num olho nem na cara dele fora que eu mal faço postagens por lá. Você pode aproveitar e nos seguir, né? Fica ai a dica @blogentrenospicio


Então é isso, desculpem-me as brincadeirinhas, mas eu não resisto. Me digam vocês quais são as metas que querem realizar esse mês de outubro? Realizaria alguma das minhas? Conta ai nos comentários ficarei muito feliz em saber

Cantores que deveriam fazer o show de abertura da Olimpíada - Rio 2016

Eu sei, eu sei! Não tenho atualizado muito o blog. Problemas pessoais, mas prometo que irei dar um pouco mais de atenção por aqui. Bom, chega de conversa fiada e vamos ao que interessa.
Que olimpíada já passou, isso é fato, mas muita coisa ficou dela entre elas a revolta de quem iria estar cantando na abertura, sim muitos estão ainda revoltados pois quem foi umas das que cantou? A Larissa de Macedo Machado mais como conhecida com Anitta. 

"Mas gente, Anitta não é cultura!" "Tinha artistas melhores para representar o Brasil" "blá blá blá"

Fonte:anittagifs

Eu amo a Anitta, e pra mim ela me representou muito bem ali naquele palco, se você não gosta dela, rebola a bunda mais um pouco ai que é isso que você está precisando, põe uma música dela e se joga na pista.
Mas como eu sei que muita gente não vai concordar comigo então decidi trazer pra vocês cantores e/ou bandas que realmente deveriam estar naquele palco, naquele dia no lugar dela. Nada melhor que de antigamente..

Começando por Kelly Key. Ela com aquele jeito estabanado dela combinaria muito com a abertura da olimpiada, né? Suas músicas são verdadeiros hinos, quando começasse a cantar ia ser de arrepiar, concordam? 




Os as meninas do bom xibom xibom bom bom, seria um tapa na cara dos governadores quando elas comecçassem a cantar "Analisando essa cadeia hereditária... FORA TEMER... E o motivo todo mundo já conhece é que o de cima sobe e o debaixo desce"... Q

 

Que tal um pouquinho mais de animação com Rouge, todo mundo no estadio possuído pelo ritmo ragatanga... Pagaria pra ver, até os gringos iriam remexer o esqueleto.



Como eu falei de Rouge, não posso esquecer de Bro'z, né mores? Cantei muito a música deles toda vez que passava na tv e vocês com certeza também.



Muito se falou sobre possíveis ataques terroristas durante as olimpiadas, mas ainda bem que não teve. Obrigada aos que fizeram a segurança do evento, o único lugar que haveria bomba (no bom sentido) seria em cima do palco caso os Bragaboys cantassem.


E pra lista não ficar imensa quero terminar essa playlist com a banda que não poderia faltar representando a diversidade do Brasil: È O Tchan. Preciso falar algo? 


E ai? Gostaram da Playlist? Vocês acham que está faltando mais alguma banda ou cantor? Conta aqui pra gente!

Esse gif está me representando nesse momento: 









O lixo

Olá, pessoas...
Hoje resolvi postar um texto que há anos li e hoje lembrei e resolvi compartilhar com vocês.
Texto este escrito por Luis Fernando Veríssimo, uma crônica ótima, é impossível ler e não soltar uma gargalhada.

A todos uma ótima leitura.  

O Lixo 


Imagem do Google


Encontram-se na área de serviço. Cada um com seu pacote de lixo. É a primeira vez que se falam.
- Bom dia...
- Bom dia.
- A senhora é do 610.
- E o senhor do 612
- É.
- Eu ainda não lhe conhecia pessoalmente...
- Pois é...
- Desculpe a minha indiscrição, mas tenho visto o seu lixo...
- O meu quê?
- O seu lixo.
- Ah...
- Reparei que nunca é muito. Sua família deve ser pequena...
- Na verdade sou só eu.
- Mmmm. Notei também que o senhor usa muito comida em lata.
- É que eu tenho que fazer minha própria comida. E como não sei cozinhar...
- Entendo.
- A senhora também...
- Me chame de você.
- Você também perdoe a minha indiscrição, mas tenho visto alguns restos de comida em seu lixo. Champignons, coisas assim...
- É que eu gosto muito de cozinhar. Fazer pratos diferentes. Mas, como moro sozinha, às vezes sobra...
- A senhora... Você não tem família?
- Tenho, mas não aqui.
- No Espírito Santo.
- Como é que você sabe?
- Vejo uns envelopes no seu lixo. Do Espírito Santo.
- É. Mamãe escreve todas as semanas.
- Ela é professora?
- Isso é incrível! Como foi que você adivinhou?
- Pela letra no envelope. Achei que era letra de professora.
- O senhor não recebe muitas cartas. A julgar pelo seu lixo.
- Pois é...
- No outro dia tinha um envelope de telegrama amassado.
- É.
- Más notícias?
- Meu pai. Morreu.
- Sinto muito.
- Ele já estava bem velhinho. Lá no Sul. Há tempos não nos víamos.
- Foi por isso que você recomeçou a fumar?
- Como é que você sabe?
- De um dia para o outro começaram a aparecer carteiras de cigarro amassadas no seu lixo.
- É verdade. Mas consegui parar outra vez.
- Eu, graças a Deus, nunca fumei.
- Eu sei. Mas tenho visto uns vidrinhos de comprimido no seu lixo...
- Tranqüilizantes. Foi uma fase. Já passou.
- Você brigou com o namorado, certo?
- Isso você também descobriu no lixo?
- Primeiro o buquê de flores, com o cartãozinho, jogado fora. Depois, muito lenço de papel.
- É, chorei bastante, mas já passou.
- Mas hoje ainda tem uns lencinhos...
- É que eu estou com um pouco de coriza.
- Ah.
- Vejo muita revista de palavras cruzadas no seu lixo.
- É. Sim. Bem. Eu fico muito em casa. Não saio muito. Sabe como é.
- Namorada?
- Não.
- Mas há uns dias tinha uma fotografia de mulher no seu lixo. Até bonitinha.
- Eu estava limpando umas gavetas. Coisa antiga.
- Você não rasgou a fotografia. Isso significa que, no fundo, você quer que ela volte.
- Você já está analisando o meu lixo!
- Não posso negar que o seu lixo me interessou.
- Engraçado. Quando examinei o seu lixo, decidi que gostaria de conhecê-la. Acho que foi a poesia.
- Não! Você viu meus poemas?
- Vi e gostei muito.
- Mas são muito ruins!
- Se você achasse eles ruins mesmo, teria rasgado. Eles só estavam dobrados.
- Se eu soubesse que você ia ler...
- Só não fiquei com eles porque, afinal, estaria roubando. Se bem que, não sei: o lixo da pessoa ainda é propriedade dela?
- Acho que não. Lixo é domínio público.
- Você tem razão. Através do lixo, o particular se torna público. O que sobra da nossa vida privada se integra com a sobra dos outros. O lixo é comunitário. É a nossa parte mais social. Será isso?
- Bom, aí você já está indo fundo demais no lixo. Acho que...
- Ontem, no seu lixo...
- O quê?
- Me enganei, ou eram cascas de camarão?
- Acertou. Comprei uns camarões graúdos e descasquei.
- Eu adoro camarão.
- Descasquei, mas ainda não comi. Quem sabe a gente pode...
- Jantar juntos?
- É.
- Não quero dar trabalho.
- Trabalho nenhum.
- Vai sujar a sua cozinha?
- Nada. Num instante se limpa tudo e põe os restos fora.- No seu lixo ou no meu? 

Never Never Land





O que é o paraíso?
Talvez seja apenas uma criação
Talvez seja uma estação
Uma canção
Uma floração
Já ouvi tantas definições sobre tal
Que já cheguei afinal a pensar que seja
A Terra do Nunca do Peter Pan
Que já cheguei afinal a pensar que seja
"Ao infinito... e além!
Talvez o paraíso não seja um
Talvez não seja um lugar comum
Os haveres são infindáveis
Apesar de tudo
Talvez sejam os pássaros que cantam
A calmaria que chega com o azulado céu celeste
As flores do campo que crescem
Os bons pensamentos fazem com que vooaamos....
E veja só o paraíso de hoje

O dia está tão lindo, as flores dão olá.

Até quando?

Hoje, por volta das 17:20, estava no ônibus, voltando para casa, distraída olhando pela janela, quando de repente escuto uns "PSIU'S" vindo da rua, por questão de reflexo, olho pela janela e me deparo com um homem, tentando fazer contanto por gestos, sem entender o que ele queria, olho, e na minha frente de uma moça, ai pensei, "Ele deve conhecer ela", e faço um gesto e aponto para ela, daí ele fala, ai então compreendo o que ele diz, " NÃO É ELA, É VOCÊ MESMO", na mesma hora que entendo, me viro, e ignoro esse ser, mas ele continua com seus psiu, aquilo me incomodou de uma maneira enorme.

Fique com aquele rosto na cabeça, com pensamentos do tipo "Se ele seguir o ônibus?" "O que vou fazer"?
Simplesmente desci do ônibus, e praticamente corri o resto do percurso que faço todo dia, com uma sensação horrível...
Ai fica uma pergunta: Até quando nós mulheres temos que aguentar esses seres e suas atitudes? Sem se nem sequer respeitada. Eu não estava na rua tarde da noite, eu não estava com roupas curtas, eu estava simplesmente SENTADA DENTRO DE UM ÔNIBUS E SOFRI ESSE TIPO DE ASSÉDIO. 
Até quando?



- Elisa Dárdara 


Foto: Não sou preconceituoso, mas

Por falar em Gratidão, Cadê Você?

Olá, pessoal...
Ontem dia 26 de maio feriado regional de Corpus Christi, decidi dar uma passadinha até a loja de livros e no meio de inúmeros livros, um me chamou bastante atenção. Então hoje resolvi compartilhar com vocês.
Livro esse que me fez imaginar sobre tantas e tantas coisas que no nosso dia deixamos passar. É a palavra que todos conhecem e poucos têm. A recitada GRATIDÃO. 
Escrito por BRADLEY TREVOR GREIVE o livro OBRIGADO POR EXISTIR reflete de uma forma bem alegre e bastante sentimental uma forma de declaração de gratidão a alguém especial. Faz a gente refletir por meio de fotos de animais o que ele quer representar.
O que me fez parar pra pensar é que inúmeras vezes nos recuamos para falar algo ou simplesmente passamos despercebido e perdemos grandes oportunidades de falar a alguém o quanto ele é raro em nossas vidas. Como isso?
Pois então...
Será que pelo fato que passo o dia fora e depois de tão cansado do trabalho que nem se quer lembramo-nos de dizer um obrigado por existir ao nosso amor, ou até mesmo de sentar a mesa do jantar e dar uma beijoca na minha queridíssima mãe e dizer obrigado por existir, de sentar no sofá e ver um filme com meu estimado pai e poder dizer no intervalo do filme e mencionar um obrigado por existir, de olhar nossos animais de estimação e fazer um carinho e falar com voz engraçada de gente bobo um obrigado por existir, de puxar um papo em alguns dos aplicativos com alguém próximo e poder enviar um obrigado por existir, boa noite.
Ops! Talvez não seja uma boa, amanhã acordo cedo, melhor ir descansar...
Acordamos com o despertador a mil por horas, apressados. Dai vem trabalho ou (estudos), que trás consigo estresse, na volta temos o bendito engarrafamento. Desço do ônibus e vou atravessar a faixa de pedestre; Sinal fechado por coincidência avistamo-nos e lembrarmos naqueles 2 minutos de nossa amizade quando criança, o sinal abre e você fala... Vamos marcar de se encontrar? Saudades! Aparece!! E esse dia será que realmente chega? Não sei...
Mas era bacana como até um dia desses isso era algo tão importante e depois de papearmos bastante  despedíamos com um abraço e mencionávamos  ''até amanhã''.
É! talvez nosso tempo de vinte e quatro horas por dia seja pouco e breve demais pra pararmos e dizer um ''obrigado por existir''...
Que isso não venha passar, mas que possamos lembrar-nos disso constantemente. 
Aqui abaixo está algumas imagens e frases sensíveis que o livro nos passa.






Espero que tenham gostado, até mais...!

Play Music

Ei! Que tal um pouco de música?

Hoje resolvi trazer músicas que para mim faz um bem danado. Espero que gostem...

Fernanda Takai - Um Girassol da Cor do Seu Cabelo




Gram - Você Pode Ir na Janela



Supercombo - Amianto 


Cícero - João e o Pé de Feijão - (Canções de Apartamento)

Vanguart - Nessa Cidade





Tiê - Isqueiro Azul


Nando Reis - Espatódea 


Tulipa Ruiz - Só Sei Dançar Com Você


Luxúria - Ódio


Marisa Monte - PANIS ET CIRCENSES 


 

 



Gram - Voce Pode ir na Janela


Despeitada - Retratação

Oi, vocês!
Hoje a Tia Dê vai contar uma historinha pra vocês, por isso peguem suas pipocas e se acomodem na cadeira, hahaha. 


Um dia desses estava eu passando pela timeline e bati o olho em uma declaração que uma colega minha fez para o namorado, com direito a TEXTÃO e tudo mais, só que ai eu vejo o comentário do boy e era só um "Eu te amo". Cara, sério se isso fosse comigo nem sei o que eu faria HAHA, já fiz diversas declarações pra amigos meus e só um deles disse "obrigado", eu me irritei? Me irritei!
- Tá Denise, onde você quer chegar com tudo isso? Eles são namorados e fazem o que quiser.
Continuando...  Eu, boba que sou, postei uma mensagem no meu perfil mais ou menos assim "Dai você vê a declaração de sua amiga para o namorado e vai ver o comentário e ele só diz: eu te amo, Mds, sinto muito miga", pouco tempo depois uma criatura postou na timeline dele mais ou menos algo parecido com o que eu escrevi, só que com as modificações "Dai a menina vê a postagem da colega pro namorado e vai fuxicar o comentário dai o despeito bate (?) pois ela não recebe nem um eu te amo, imagine uma declaração. Eu fico parada, meia hora olhando pra tela do celular e rindo, resolvo ir no perfil desse ser e vejo, olha só, uma declaração que nem eu sabia que a namorada (que era minha amiga, ERA, não sei mais se é), tinha feito pra ele nesse dia, e olha só que coisa linda, o comentário tinha também "eu te amo". Repito, quando eu fiz minha postagem eu nem tinha visto essa declaração, dai que a ela (minha postagem) ofendeu ele e ele resolveu me atacar.
Gente primeiro, ele me chamou de despeitada, eu olhei logo para os meus peitos e sim, não tenho peitos, preciso urgentemente colocar silicone, né? Por que na sociedade em que vivemos mulher sem peito não é mulher.
Segundo, ele disse que eu não recebo nenhum "Eu te amo, amor", olha sinto muito lhe decepcionar, mas eu recebo sim, dos meus primos (de 10 e 9 anos de idade), da minha mãe mesmo que indiretamente, de meus amigos. Eu não preciso mesmo de um namorado (a) pra satisfazer meu despeito.
Terceiro, gente qual a necessidade disso? Se ele se doeu não posso fazer nada. A postagem nem era pra ele, sabe? AS pessoas se irritam muito fácil, eu só fiz rir dele e da boyzinha dele pelo micão, e além disso eu ainda sai a despeitada da história? Pois é, realmente estou precisando turbinar meus peitos pra que ninguém mais me diga que sou DESPEITADA. 
Eu não me importo com casais de namorados que trocam declarações de amor pelo facebook, eu só queria mesmo fazer uma zuera com uma colega minha, que aliás, ela começou a rir do meu post.


Obs: Resolvi fazer essa postagem pra me retratar com a sociedade, desculpem-me. Foi um deslize meu mesmo. AHAHA #SQÑ

Beijos e até a próxima, espero que tenham gostado da minha historinha 😂

As três espiãs demais

A Aline e eu resolvemos trazer pra vocês personagens que fizeram parte da nossa infância pra vocês. 
Aqui está o post dela, vamos ao meu, né?

Bom, acho que muita viveu a fase da falecida TV globinho, e creio que muitos acordavam cedo só pra ficar ligadinhos nos desenhos. Comigo não foi diferente, eu sempre acordava cedo e tomava café de frente pra TV esperando um dos meus desenhos preferidos começar.


Sim, sim, as três espiãs. Minha memoria é muito falha, não me recordo como que eu comecei a assisti-lás, mas lembro muito bem de qual das três eu gostaria de ser, a Alex, uma garota diferente das outras, que usava cabelo curto, que não era tão fresquinha, mas que também não deixava seu lado feminino de lado. Eu me via nela rs.


Ai gente era tão bom, sabe?  Ficar imaginando que estava resolvendo aqueles casos, toda hora em qualquer lugar procurava algo para "investigar", uma pena que não tinha uma amiguinha pra me ajudar nos casos haha. Brincava sozinha com meus amigos imaginários.

Dai ai eu cresci, a TV Globinho morreu, mas nunca perdi aquela essência da infância, eu sempre gostei de desenhos animados, continuo gostando, e com os avanços da tecnologia pude reviver esses momentos e cá pra nós, é uma delicia assistir desenhos, eu choro, rio (tá certo isso? O.o), choro de novo, e sempre resgato uma nova emoção que foi guardada lá no fundo do bau do coração.

Fiquem ligados no blog, pois iremos trazer, em breve, mais desenhos da nossa infância. Um beijão pra vocês e até o próximo post ;)

Cataflor

Enquanto a música do Tiago Iorc passa aqui na minha playlist, estou dentro do do carro indo te visitar, estou com a flor que você plantou no dia que fosse embora e penso em você. É, eu estava cuidando dela, mas agora ela será sua pra sempre, e enquanto eu não chego ai fico pensando nos nossas fins de tarde juntos rindo de todas as besteiras que o outro fazia, e tua risada, aaah com certeza era a mais gostosa de alguém escutar, realmente era música para os meus ouvidos. 


Sinto saudade dos nossos momentos, aliás, de todos os nossos momentos, até das nossas brigas. Eu ainda lembro das palavras que saiam das nossas bocas, lembro também dos beijos e abraços a cada reconciliação. 


Por quê você teve que ir embora? Se soubesse que aquele dia seria O último dia, talvez eu feito algo diferente ou talvez não. A única coisa que eu sei é que meu coração ainda está quebrado, pois não tivemos tempo de nos despedimos, não demos nosso último beijo, nosso último chamego. E agora não tenho mais você pra me acordar todas as manhãs e rir da minha cara toda amassada e do meu cabelo todo bagunçado ou todo fim de tarde quando você voltava pra casa após o trabalho e me surpreendia sempre com algo diferente, eu ainda olho pra porta esperando, pensando que você vai aparecer do nada, mas eu sei que você não vai voltar, você nunca mais vai voltar e é por isso que eu lhe visito todo dia, ainda não me recuperei de tudo isso. Eu te amo.


- Denise Amaro

P.S: Esse texto não tem nada a ver com a realidade, foi inspirado em alguém que foi embora pra sempre e deixou uma saudade enorme no meu peito. Uma pessoa que morreu há um ano de câncer e eu não pude dizer adeus. M.S

Qual personagem de desenho animado você gosta?

Eu e minha companheira de blog, resolvemos apresentar nossos queridos personagens de desenhos animados.

Em breve ela estará postando o dela. Enquanto isso vamos lá ao meu. 
Resolvi escolher como personagem o nosso amado e querido Principezinho.
Como já citei alguns textos e mencionei seu planeta e suas frases cheias de imaginação e doçura, então nada mais bacana do que fazer uma breve descrição.
O principezinho é uma obra do escritor, ilustrador e aviador francês Antoine de Saint-Exupéry, que foi publicada em 1943 nos Estados Unidos.   
Bom! Aqui em casa sempre tivermos uma fixação por desenhos animados. Alguns não gostam e outros fazem aqueles comentários bestas falando que é coisa de criança. Aff..!! E nesse meio tempo meu pai o grande apresentador que me fez gostar tanto do Pequeno príncipe me apresentou uma carga imensa de desenhos bacanas que não poderia deixar de mencionar, como: Smurfs, Caverna do Dragão, A formiga atômica, Snoopy :3 meu  Beagle amado <3, entre outros ...
Retornando...
Nossa! lembro-me como se fosse ontem quando meu pai chegou à sala e abriu a capa do DVD e colocou pra rodar e iniciou-se o episódio. Eu deveria ter uns 6 a 7 anos e sempre tinha aqueles porquês, rsrs... Pai que desenho é esse? Esse menino faz o quê? Por que ele vive só?
A trilha sonora começou a tocar e um homem começou a falar ‘’ Gostariam de ouvir uma estranha história? Bem eu tenho certeza que vocês conhecem os nomes dos grandes planetas que estão no espaço. Mas, sabiam que existe um pequeno planeta chamado simplesmente B-612? Mas é verdade. E esse pequeno mundo é governado pelo Pequeno Príncipe, naturalmente ele é o único que habita nesse planeta’’
A partir desse dia eu gostei da história, logo depois eu li o livro... E depois eu já era eternamente responsável por aquilo que cativei.
Apesar de que muitos digam que é uma literatura infantil, vale lembrar que: A obra nos mostra uma imensa transformações de princípios, sendo que é essa mudança que nos remete aos equívocos nas avaliações e julgamentos que fazemos. Entregando-nos às coisas diárias, e esquecendo a criança que fomos. Essa é a parte fundamental que muitos ainda infelizmente não tiveram a satisfação de conhecer.
Como um amigo meu falou: ‘’ O B-612 não está só no espaço, está no nosso coração. É onde fugimos quando o mundo aqui entra em chamas’’. Eu não poderia deixar de concordar e me sentir feliz por não ser a única a achar o mesmo.

Mas, como o próprio Antoine de Saint-Exupéry mencionou ’’ Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos’’

Meu desenho baseado em minha imaginação

TAG: Daydream

Créditos: Grupo Daydream

E olha ai as chuvas de TAG'S rolando no blog hahaha. Enquanto eu me curo do bloqueio criativo vou responder uma TAG do grupo do facebook Daydream em que eu fui indicada pela Esther Lopes. São perguntas relacionadas ao blog, então, vamos lá!

Regras:
  • Fazer parte do grupo Daydream.
  • Responder as 15 perguntas
  • Indicar 3 amigxs para responder a TAG

1 - Como surgiu o nome do seu blog?
Surgiu meio de repente, quando eu e Aline estávamos na biblioteca da UFRN AQUI eu explico melhor

2 - Qual foi seu primeiro investimento? Se arrepende?
Ainda não fiz nenhum investimento no blog.

3 - Se você fosse convidada para um programa de TV por ser blogueira, qual programa você gostaria de ir?
Programa da Eliana, claro! 

4 - Quem te inspira ... O que te levou a fazer o primeiro vídeo?
Acho que não tem alguém em que eu me inspiro, eu gosto bastante de ler, buscar coisas novas na internet, e não, eu ainda não fiz nenhum vídeo, tenho vontade de vlogar, mas com tantos canais no youtube falando sempre a mesma coisa fica meio difícil de inovar.

5-Já conseguiu parcerias? Dê dicas de como conseguir.
Ainda não

6 - O que já investiu no seu blog/canal e o que pretende investir futuramente?
Ainda não investi, pretendo investir em layouts, cartão de visitas e o domínio. 

7 - O que mudou na sua vida depois de criar um blog/canal?
Eu ando mais por dentro do que acontece na internet, busco mais conhecimentos e também pude conhecer pessoas novas. 

8-Quais são os melhores meios de divulgação?.
GooglePlus e facebook. E também o famoso boca a boca

9 - Há quanto tempo você tem o blog/canal?
Vai fazer dois anos agora em abril. (OMG)

10 - O que te motiva a continuar o blog/canal?
O carinho do pessoal quando entra aqui e deixa seu comentário dizendo que gostou do meu cantinho...

11 - Qual a frase inspiradora que faz com que você continue em frente?
Não temos tempo a perder, nosso suor sagrado é bem mais belo que esse sangue amargo (Legião Urbana)

12-Quem você entrevistaria?
A Clarice (gata) Falcão :3

13 - Qual sua opinião sobre o bloqueio criativo? E qual seu método para combater?
Acontece com qualquer pessoa a qualquer momento, se não aconteceu contigo, uma hora irá acontecer haha. Eu tenho quase sempre então quando eu estou assim eu procuro me distanciar um pouco e não pensar muito no blog e as ideias vão surgindo e eu transfiro tudo para o papel e em seguida para o blog. 

14 - Qual sua banda favorita? Já foi ao show? Como foi?
O Teatro Mágico, sim e foi fantásticoooo, me emocionei pra caraaalho. Sei nem explicar a sensação no momento e quando foi no final ainda ficamos no estacionamento esperando a banda sair pra gente poder abraça-los só que não deixaram, enfim foi ótimo.

15 - Qual sua música para momentos tristes?
Ah, não costumo pensar em uma música que me deixa triste até por que eu sempre busco músicas que me alegram, tem músicas que me deixam emocionadas é a Romaria na voz de Elis.


Blogs inidcados: