A flor do jardim 612


(Foto da página Acalmando o caos)


Logo pela manhã, tomou seu saboroso café ao leite e saiu para percorrer seu trajeto de costume - de casa para escola, da escola para casa.
Sempre que dava tempo gostava de percorrer as longas estradas do jardim de sua cidadezinha o chamado jardim ''612''. Por onde quer que ela olhasse poderia tirar para si um pensamento que guardava consigo e a acompanhava pelo resto do dia.
Certo dia, enquanto passava pelo jardim ''612', visualizou uma florzinha no meio das demais que floriam e davam vida ao belo bosque. A flor que a fizera contemplar, encarar e observar chamava atenção pelos raios do sol que a iluminavam e pelas luzes de um arco-íris que, por coincidência, também a iluminava. Sempre que estava livre tentava observar os detalhes que não encontrara em nenhuma das flores que compunham aquele imenso bosque.
Parece até um anjo enviado em forma de flor ou é uma flor que acoberta um desabrochar ainda mais encantador a cada dia...
A flor, todo o dia mostra-se nova com sua graça e perspicácia, fazendo cada dia único e especial para a menina. Enquanto tiver espaço nesse jardim, quero irrigar-te pra mim, cultivar e se cativar mais e mais.
 A cada dia a flor que encanta, colore e faz bem, cresce com um grande carinho no coração da menina que, boba, cultiva e guarda dentro de si uma grande admiração pela amiga que ela própria escolheu para sua vida. A menina com um sorriso estampado na cara, diz: vou guardar tuas cores e suas essências regar-te com a água da fonte. E se esse meu coração pudesse falar, diria que você é a única.

Foi ela que a reguei. Foi ela que pus sob a redoma. Foi ela que abriguei com o para-vento. Foi por ela que matei as larvas (exceto duas ou três, por causa das borboletas). Foi ela que eu escutei se queixar ou se gabar, ou mesmo calar-se algumas vezes, já que ela é a minha flor. E foi esses dias que caminhei todas as manhãs no jardim ''612'', e o tempo que dediquei à flor que a fez tão importante para mim.

Um ciclo sem fim

Eu nas redes sociais ultimamente estou assim:

Desfazer amizade
Enviar solicitação de amizade
Desfazer amizade 
Rejeitar pedido de amizade
Seguir
Deixar de seguir
Marcar como favorito
Salvar
Tem gente como enfeite aqui
Desfazer amizade
Colocar como restrito
Compartilhar 
Excluir
Colocar conta privada 
Desfazer amizade
Enviar solicitação de amizade
Curtir 
Decurtir
Quem é essa pessoa? 
Rejeitar pedido de amizade
Compartilhar
Não compartilhar
Publicar
Mandar mensagem
E esperar como trouxa a resposta para sua mensagem..


Entrevista com a banda Suposto Céu de Caleidoscópio

Hoje eu quero apresentar a vocês uma banda formada por três garotas lindas que moram em Recife-PE e resolveram sair do tradicional e entrar no estilo alternativo que mistura vários estilos musicais fiz uma entrevista super bacana com elas.

Shan, Lizzi e Diine (vontade de apertar todas elas *-*

"A banda foi criada dia 01 de janeiro de 2015, a Suposto Céu de Caleidoscópio vem com o intuito de mostrar músicas autorais e covers. Com influências de Los Hermanos, Banda do mar, Nando Reis , e outros. Nossa formação consiste em : Lizzi Hirt-(Violão/Guitarra e Voz) //Diine Miranda-(Baixo e back vocal) e Shandra Ramanna (Shan)-(Percussão e back vocal)".

1° Como vocês se conheceram?

Lizzi – Conheci Diine logo quando ela se mudou da Bahia pra cá. Eu tinha uns 14 anos e ela 15/16 (Por ai). Estávamos andando de skate na praça do bairro onde moramos e pegamos amizade. 
Conheci Shan quando Diine me chamou para uma banda que seria um projeto paralelo à banda que elas tinham, isso em meados de 2011/2012. 
Diine me chamou para um teste e eu fui, foi na casa de Shan e ai nos conhecemos. Já Shan e Diine também se conheceram pela praça.

2° De quem foi a ideia de montar a banda? E o nome?

Shan - A ideia foi minha. Queria sair um pouco do rock e ter uma banda mais calma, relaxada, em uma vibe bem tranquila, porque até então eu só tinha participado de bandas de rock. 
Então na noite do dia 01/01/2015, tinha uma galera grande na minha casa, estávamos tocando violão e conversando sobre bandas, então eu chamei Diine para formar uma comigo. Expliquei que iríamos fugir muito do rock pesado e entraríamos em uma vibe meio que “paradise” (Risos), ai ela disse que também queria uma vibe assim, que topava a proposta, então tínhamos o projeto mas nos faltava o nome. Dei a ideia de ser um nome composto e todos os nossos amigos começaram a nos ajudar falando vários nomes que se encaixariam nesse padrão “Viajado”, até que uma amiga nossa nos sugeriu Caleidoscópio, mas precisava de mais alguma coisa, deixamos esse nome guardado e continuamos pensando em mais combinações. 
Até que veio à minha mente o nome Suposto Céu, todos gostaram, porém ainda precisava de algo, foi ai que algum gênio (Não lembro se foi eu, Diine ou nossa amiga que falou) falou “SUPOSTO CÉU DE CALEIDOSCÓPIO”. E assim surgiu o nome. (Risos) Já tínhamos Lizzi em mente para ser vocalista, daí uns dois dias depois falamos com ela e ela também aceitou a proposta.

3° Qual o estilo musical de vocês?

Lizzi – Pra falar a verdade, nem nós sabemos nosso estilo musical direito (Risos). Tanto faz tocarmos um MPB, como a próxima música ser um Reggae ou um Pop Rock. Nos consideramos Alternativo por sairmos misturando os ritmos, estilos e o que mais vier. (Risos)

4° Quem é a inspiração de vocês para a banda?

Diine – Não temos uma única inspiração, até porque como Lizzi disse, nós misturamos os ritmos e estilos, então não conseguimos ter uma banda/ cantor(a) como única inspiração. Alguns cantores/ bandas que nos inspiram são : Nando Reis, Vanessa da Mata, Los Hermanos, Clarice Falcão, Mallu Magalhães, Pitty( Mesmo sendo rock), Rita Lee, Cássia Eller, entre outros.

5° Qual sonho vocês pretendem realizar em relação a banda?

Diine -  Com certeza o de gravar nosso Ep e conseguir uma visibilidade melhor. Poder mandar para as rádios e, quem sabe um dia, ter nossas músicas tocando por ai. Passando nossas mensagens de amor.

6° Vocês já pagaram algum vexame durante os shows? (ou até mesmo quando vocês se reúnem pra ensaiar)

Shan – Fora os esquecimentos de letras e notas, nunca passamos por nenhuma vergonha não (Risos). Pelo contrário... As nossa falhas acabam tornando-se engraçadas e fazendo o público rir. Quase um show de Stand Up (Risos). E em nossos ensaios, o que mais fazemos é pagar mico. Basta ver nossos vídeos no instagram ou no Snapchat. (Risos)


7° Vocês querem deixar alguma mensagem pra quem acompanha vocês e os que pretendem acompanhar? 

A mensagem que deixamos é para você ser o que quiser, não o que te impõem. Faça o que te faz feliz, não o que te dizem para fazer. Seja você. Lute por seus ideais, independente do quão difícil ele seja de alcançar. E o mais importante :  Esqueça do medo, dance conforme a música que te faz bem. Como diz em nossa música Suposto Céu : LARGA O MEDO E VEM DANÇAR.


Sigam essas fofas nas redes sociais:
Instagram: @scdc_
Snapchat: sc_dc